OportunidadesScania prevê alta nas vendas de caminhões, ônibus e serviços em 2019

B8 Comunicação e Editora4 semanas ago5044 min
Scania S 620 V8 6×4 with curtainside semitrailer

Para caminhões e ônibus a expectativa é de crescimento de 20% e 15%; Nova Geração já vendeu mais de 3.000 unidades em apenas quatro meses

A expectativa da Scania para 2019 é de crescimento em todos os seus mercados de atuação: caminhões, ônibus, serviços e motores industriais, marítimos e para geração de energia. A continuidade do aquecimento da economia nacional e o trabalho estratégico e de real parceria com os clientes são os principais motivadores para a projeção. Sua principal novidade para o mercado neste ano, a Nova Geração de caminhões, até 12% mais econômica em comparação à anterior, já vendeu mais de 3.000 unidades em apenas quatro meses.                                     

Roberto Barral

“O momento da Scania no Brasil é excelente. Com a Nova Geração, temos uma nova fábrica. Vivemos uma Nova Scania a partir de 2019”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil. “Nossas equipes internas estão em perfeita sintonia com a rede de concessionárias para oferecer a melhor solução ao cliente. E, a nossa jornada para a sustentabilidade vai avançando.”

Silvio Munhoz

A Scania, parceira líder na transição para um sistema de transporte mais sustentável, acredita que em 2019 o mercado de caminhões em que atua, acima de 16 t (semipesados e pesados), deverá crescer entre 10% e 20% na comparação com 2018. “O setor de caminhões continuará o movimento de recuperação ao longo do ano”, diz Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “Fatores decisivos como a estabilidade da economia e sua tendência de crescimento e a previsão de nova safra recorde, já estão contribuindo para o aquecimento da compra de caminhões, especialmente de pesados.”

Nos ônibus, a visão positiva é a mesma do mercado de caminhões. “A previsão é da faixa acima de 8t crescer 15% e o segmento rodoviário aumentar em 20%, em 2019. Estamos nos baseando em melhores indicadores macroeconômicos e no ambiente muito mais otimista por parte do empresariado”, revela Alan Frizeiro, gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Nosso programa ‘Rentabilidade Comprovada’ é um sucesso com o depoimento dos clientes provando na prática os benefícios das soluções da marca.”

Fabio Souza

Em Serviços, o diretor Fábio Souza, aposta numa alta geral de 28% na comercialização de programas de manutenção. “A Scania é a fabricante que vem revolucionando as soluções de serviços nos últimos anos. São grandes inovações, como a manutenção flexível, que elevaram o controle da gestão a níveis impensados até seu lançamento. A novidade mais recente, o PMS Fleet Care, já é um sucesso.”

Já na área de motores industriais, marítimos e para geração de energia a projeção é de incremento cerca de 15% em 2019. “Estamos consolidando nossa atuação com ainda mais investimentos na especialização da rede e das equipes de campo. Além de explorar novos nichos. Trata-se de um mercado de enorme potencial, estamos nos destacando”, explica Fabio D´Angelo, diretor comercial de motores da Scania no Brasil.

De acordo com D´Angelo, em 2018 a marca cresceu 106% nas vendas totais. Este crescimento foi puxado pelo segmento de geração de energia, com volume 137% superior ao ano anterior. Entre os destaques está a introdução do motor de 13 litros mais potente do segmento de geração de energia, com produção nacional, o DC13093A de 736hp (625kVA). Apenas o modelo representou 7% das vendas do segmento de energia no segundo semestre. 

Scania aposta em alta de 20% no mercado de caminhões em 2019

A continuidade do aquecimento da economia nacional segue como principal pilar para a projeção

Confiante no desempenho de sua Nova Geração de caminhões e na continuidade do aquecimento da economia nacional, a Scania, parceira líder na transição para um sistema de transporte mais sustentável, acredita que em 2019 o mercado de caminhões em que atua, acima de 16 t (semipesados e pesados), deverá crescer entre 10% e 20% na comparação com 2018.

“Estamos confiantes e animados com os desafios para 2019 com a chegada da Nova Geração de Caminhões e sua promessa de economia de até 12% em comparação com  a geração anterior, as Séries P, G e R. A rede está pronta para surpreender o cliente com a ‘Máquina dos Sonhos’ e as demais soluções da marca”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “Neste primeiro semestre, faremos lançamentos regionais da Nova Geração com a rede. Vamos movimentar o Brasil inteiro.”                                      

“Outro ponto fundamental para nossa projeção positiva é a previsão de nova safra recorde, o que já está contribuindo para o aquecimento da compra de caminhões, especialmente de pesados”, explica Munhoz. “O agronegócio continuará protagonista. Já foram encomendadas mais de 1 mil unidades da Nova Geração para o transporte de grãos em 2019. Queremos ajudar o cliente a reduzir o custo total da operação.”

2018: um ano de grandes conquistas

O ano passado ficou marcado na história da Scania pelo lançamento da Nova Geração de caminhões, mas também de resultados de vendas consistentes. Na faixa em que atuamos (acima de 16t – semipesados e pesados) – foram 8.643 caminhões emplacados, uma alta de 50,2% em comparação com 2017. A participação de mercado chegou a 16,4%. A indústria registrou 52.654 veículos (2018) versus 32.289 (2017).

Só nos pesados, o aumento da Scania foi de 63,8% com a comercialização de 8.028 caminhões contra as 4.901 unidades do exercício anterior. A participação foi de 23,1%. A indústria registrou 34.782 veículos (2018) versus 18.745 (2017). Já nos semipesados foram 615 novas unidades da marca e 3,4% de participação. A indústria emplacou 17.872 produtos (2018) contra 13.544 (2017).

“A Scania cresceu 50,2% acima de 16t e 63,8% nos pesados. Mas, cresceu com sustentabilidade e rentabilidade do negócio. De nada adianta só fazer volumes e perseguir freneticamente a liderança sem margens consistentes para a saúde financeira da empresa. Buscamos a satisfação plena do cliente”, salienta Munhoz.

R 440: o segundo Euro 5 mais emplacado da história da indústria

De acordo com o ranking da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), o R 440 foi o caminhão mais emplacado de toda a indústria em 2018. Com as 4.492 unidades registradas, ele também liderou a categoria dos pesados (13% de participação).

“O R 440 encerra sua trajetória de forma brilhante. Ele se tornou o segundo caminhão Euro 5 mais emplacado da história da indústria. Foi o pesado Euro 5 mais emplacado da história. Pelo segundo ano consecutivo liderou toda a indústria. Em sua história, desde seu lançamento em 2012 até sua “aposentadoria” em dezembro de 2018, liderou quatro vezes os pesados e três vezes a indústria”, comemora Munhoz. “Agora, o mercado quer saber quem será o novo candidato a rei, a campeão de vendas. Será o R ou o S 450? Ou o S ou R 540? O tempo dirá.”

Somando todas as vendas do R 440 desde o lançamento, em 2012, até janeiro de 2019 já são 31.436 unidades. Desde outubro de 2017, ele se tornou o mais comercializado da história da Scania no Brasil, ultrapassando o lendário T 113 H 4X2 360 (19.314 unidades).  

Scania prevê crescimento de 15% no mercado de ônibus em 2019

Marca crê em maior aquecimento no segmento de urbanos; em 2018, vendas chegaram a 760 unidades em um acréscimo de 45% sobre 2017

A Scania está confiante de que o desempenho no segmento de ônibus em 2019 será positivo e almeja um incremento por volta de 15% nas vendas em comparação a 2018, na faixa acima de 8t. Os rodoviários, no qual é vice-líder, vão continuar aquecidos com previsão de alta de 20% e nos urbanos haverá grandes oportunidades.

“Estamos mantendo nossos resultados, conforme o planejado, e convictos de que o ano trará grandes negociações. Os melhores indicadores macroeconômicos e o ambiente muito mais otimista por parte do empresariado nos anima a registrar outro volume expressivo”, afirma Alan Frizeiro, gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Temos excelentes chassis em nosso portfólio, que oferecem aos clientes o melhor desempenho em rentabilidade, consumo de combustível e disponibilidade durante todo o ciclo de vida na operação. Oferecemos a solução ideal.

”O gerente destaca o programa “Rentabilidade Comprovada” como um dos principais diferenciais da Scania. “O cliente vê na prática a nossa promessa de marca refletindo positivamente na rentabilidade de seus negócios. Estamos trabalhando arduamente e muito próximos dele e da rede de concessionárias para chegar a este resultado”, diz.  

Notável destaque da fabricante nos últimos anos, a categoria de rodoviários demandará expressivo volume neste ano. “Estamos seguros que continuaremos progredindo nos rodoviários de motorização traseira, especialmente com nosso campeão K 440 8×2”, revela. O reaquecimento do fretamento também é uma das apostas da marca.

Frizeiro reconhece que oportunidades interessantes deverão aparecer no segmento urbano. “Nossas análises levam em conta as várias licitações de sistemas pelo Brasil, singularmente a de São Paulo, e as melhorias em mobilidade urbana que impulsionarão os operadores a retomar os níveis usuais de renovação de frotas.”

Scania cresceu mais do que o dobro do mercado em 2018

No acumulado do ano, na faixa de atuação da Scania (acima de 8 toneladas de capacidade de carga) a indústria emplacou 12.808 ônibus contra as 10.556 de 2017, num aumento de 21,3%. “A Scania cresceu 45,6%, portanto mais do que o dobro do mercado”, comemora o gerente. “Em 2019, teremos muitos desafios, mas estamos prontos para continuar surpreendendo o cliente com a melhor solução que para nós engloba produto, serviços, gestão de frota, conectividade e modalidade financeira.

No ano passado, a Scania vendeu 760 unidades no mercado acima de 8 toneladas contra as 522 de 2017. A participação subiu de 4,9% para 5,9%. Desse volume, 702 chassis foram de rodoviários (acréscimo de 48,4% sobre os 473 de 2017). A participação foi de 21,1% e a vice-liderança mais uma vez conquistada, pelo segundo ano consecutivo. O mercado total de rodoviários emplacou 3.320 unidades (em 2017 foram 1.990).

Já nos urbanos acima de 8t, a indústria registrou 9.488 unidades, responsável por uma alta de 10,8% em comparação às 8.566 de 2017. A Scania cresceu mais do que o mercado com 18,4%. Foram 58 chassis contra os 49 de 2017 e participação de 0,6%.

Grandes vendas marcaram 2018

Scania K360

Dentre as principais vendas de ônibus rodoviários feitas pela Scania no ano passado estão: 53 unidades do modelo K 400 6×2 para a Gontijo, 25 chassis K 360 6×2 para a Real Maia e outros 25 K 360 4×2 para o Grupo Vida, 24 unidades do K 360 6×2 para a Viação Progresso, 20 unidades do K 360 4×2 para a Viação Santa Cruz, 20 unidades do K 360 4×2 de 14 metros para a Viação União Santa Cruz, 20 modelos K 360 4×2 para a Breda Transportes e 20 K 360 6×2 para a Boa Esperança.  

Na divisão de veículos urbanos a Scania também conquistou importantes negociações em 2018, como as 20 unidades do modelo K 250UB 4×2 para a Viação Gato Preto (SP) e 14 unidades do modelo K 310IA 6X2/2 articulado para o ConSor, Consórcio Sorocaba, ambas empresas do estado de São Paulo. Em Santa Catarina, se destacam as vendas de 18 unidades do K 310IB 6×2*4 de 15 metros, sendo 11 para a Transol Transporte Coletivo, quatro para a Insular Transportes Coletivos e uma para a Estrela Transporte Coletivo.

 Ônibus Scania: a melhor solução urbana e rodoviária

O programa “Rentabilidade Comprovada Scania”, criado em 2016, permanece sustentado por um reestruturado modelo de gestão, com maior aproximação da operação, e tornando-se cada vez mais parceiro dos clientes. Com ele, a Scania tem confirmado a eficiência de seus produtos para operadores em todo o Brasil com demonstrações de campo.

“Valorizamos muito a relação de parceria e confiança com o cliente. Sabemos da importância para o operador de comprovar a rentabilidade do produto antes da decisão de compra. Cremos na qualidade de nosso portfólio”, explica Frizeiro. “Na prática, foi possível conquistar 20% de novos clientes no ano passado.”

O “Rentabilidade Comprovada” transmite ao cliente, na prática, as principais qualidades da gama Scania, como nível de torque, segurança, eficiência de frenagem, baixo consumo de combustível, entre outros, levando ao menor custo total da operação.

Programas de Manutenção Scania deverão crescer 28% em 2019

Em 2018, as vendas aumentaram em 56%; do total de caminhões novos vendidos pela marca 41% saíram com alguma das modalidades oferecidas

São Paulo, 25 de fevereiro de 2019 – A área de Serviços da Scania vem acumulando nos últimos anos, uma série de pioneirismos no setor. Toda esta mudança na forma de oferecer serviços se traduz no aumento de faturamento e para 2019 a expectativa é por um aumento de 28% na venda de programas de manutenção. Atualmente, a rede Scania tem 125 pontos de atendimento, que cobrem 100% do território nacional.

“Nenhum outro concorrente revolucionou tanto o mercado com soluções de serviços nos últimos anos como a Scania. Desde o PMS com Planos Flexíveis até a novidade mais recente, o PMS Fleet Care, que já é um sucesso”, afirma Fábio Souza, diretor de Serviços da Scania no Brasil.

O PMS Fleet Care foi lançado junto com a Nova Geração de caminhões, em outubro de 2018, e ajuda o cliente a obter o máximo da disponibilidade da frota. O novo serviço funciona por meio de um gestor coordenado pela rede de concessionárias da marca.

Para 2019, a projeção é para que mais de 50% dos caminhões novos saiam com algum tipo de programa de manutenção. O portfólio de programas deverá crescer a patamares de 50% e chegar a mais de 16 mil usuários. Os planos flexíveis deverão chegar a 8.000  ativados e os Serviços Conectados a 28 mil veículos, entre caminhões e ônibus. 

2018: ano de importantes conquistas

“O ano passado comprovou o crescimento e a maturidade do portfólio Scania, que vem sendo renovado e inovado desde 2013. Trata-se de um trabalho incansável e estruturado com a rede de concessionários para gerar mais disponibilidade e rentabilidade ao cliente”, explica Souza.

O balanço de 2018 para os serviços Scania foi extremamente positivo. As vendas de programas de manutenção (PMS) aumentaram em 56% contra 2017 (carteira de 8.300 veículos). O portfólio de PMS cresceu 47% em comparação com 2017 (de 7.329 para 10.749 veículos).

O revolucionário programa com planos flexíveis chegou à venda de mais de 3.000 programas com participação de 40% nas vendas entre todas as modalidades. Foram 3.145 veículos utilizando o sistema em que o próprio caminhão avisa quando deve parar. Ou seja, do total de 10.749 veículos com programas de manutenção, 29% foram ativados com o plano flexível. E, do total de caminhões novos vendidos pela marca 41% saíram com alguma das modalidades oferecidas de PMS. 

Já os Serviços Conectados registraram 15.300 veículos ativos com um crescimento de 125% sobre os 6.800 de 2017. Do total, 92% foram caminhões (14.004 unidades) e 8% ônibus (1.296 unidades).

PMS Fleet Care

“O PMS Fleet Care é a prova de que pensamos na gestão completa do nosso cliente. Adicionamos mais uma etapa da nossa jornada rumo a um sistema de transporte mais sustentável”, diz Fábio Souza. “Os Serviços Conectados são a base de tudo. Para garantir e mensurar a disponibilidade numa frota é necessário o uso de ferramentas inteligentes. O Fleet Care é o novo aliado do cliente.”

O Scania Fleet Care tem cinco pilares principais que o tornam o serviço mais completo da Scania. O primeiro é o Gestor de Frota. Uma das principais preocupações da Scania é o tempo e os recursos que os clientes normalmente precisam gastar em atividades não essenciais ou de suporte. Por isso, a fabricante vai dedicar o talento da equipe da rede para apoiar o transportador. Para cada cliente será designado um Gestor de Frota Scania para cuidar dos veículos.

O segundo pilar é o Planejamento de Serviços. O gestor de frota vai garantir que o cronograma de manutenção e a utilização dos veículos sejam adaptados para atender o cliente da melhor maneira possível. Ele vai saber tudo o que a frota precisa, especialmente das manutenções preventivas e corretivas. Dessa forma, o transportador não vai precisar investir mais recursos para fazer o planejamento de manutenção. Este trabalho será auxiliado pelo gestor.

O terceiro pilar é o gestor também monitorando a saúde da frota, os desvios, defeitos e a integridade dos veículos para rápida tomada de decisão e, evitar assim, problemas antes que ocorram paradas imprevistas. Todo esse suporte é possível com a utilização da ferramenta Scania Fleet Monitoring, que dispõe de todas as informação sobre a frota do cliente. Além disso, o sistema também permite a melhoria do desempenho dos produtos. Para isso, o ponto focal são os veículos conectados e com os Programas de Manutenção Scania (PMS). Com o uso do Programa de Manutenção com Planos Flexíveis, a manutenção é customizada de acordo com a operação de cada veículo.

O quarto pilar, e quesito fundamental, são os Motoristas. Parte da solução Scania também inclui a análise da influência deles na disponibilidade operacional. O sistema de gestão detecta qual estilo de direção pode afetar diretamente este ponto. Assim o gestor de frota em conjunto com a concessionária Scania consegue oferecer o treinamento e o acompanhamento adequado ao motorista.

O quinto pilar é o relacionamento com as oficinas da rede Scania. O gestor de frota será a conexão entre o cliente e todas as oficinas da rede da marca no Brasil e também com as eventuais estruturas dedicadas. Essa gestão compartilhada permite até 75% de redução de tempo de permanência de oficina.

O Scania Fleet Care ainda conta com um opcional que pode fazer a diferença na hora de olhar o retorno de investimento dos ativos da empresa. “Como confiamos muito em nossos serviços, podemos garantir que o cliente obtenha a capacidade de que precisa. É o que chamamos de garantia de disponibilidade”, salienta Souza. “O cliente poderá comprar um nível garantido de disponibilidade durante um período necessário, por exemplo, 100% de disponibilidade entre 7h e 16h, de segunda a sexta-feira. E, assim, vamos evoluindo o mercado”.

Programa de Manutenção com Planos Flexíveis

Permite até 16% na redução de custos e aumento de até 20% de disponibilidade, de acordo com cada perfil de transporte. “As vantagens são insuperáveis. A manutenção é totalmente customizada para cada veículo individualmente, a cobrança é por quilometragem (se não rodou, não paga) e de acordo com faixas de consumo de combustível (se consumiu menos, paga menos); e o plano Standard funciona por adesão, com assinatura de prazo ilimitado e mesmo valor ao longo da vigência do programa.”

A conectividade é a base de funcionamento da Manutenção com Planos Flexíveis, pois é por meio dos dados recebidos que a cobrança de cada caminhão é feita, além do próprio cálculo do plano e as próximas paradas.

O sistema permite a conexão de informações feita por meio dos Serviços Conectados Scania, identificando diversos fatores como estilo de condução do motorista, velocidade média, consumo e intervalos de manutenção. Portanto, passa a existir uma gestão compartilhada entre cliente e rede de concessionárias, para mais assertividade e previsibilidade da operação.

A cobrança por quilometragem e de acordo com faixas de consumo de combustível é inédita  dentro da Scania mundialmente. A arrojada criação brasileira funciona por meio de escalas de economia determinadas, e torna o pagamento mais dinâmico conforme a operação. Os veículos que gastarem menos diesel entram em uma faixa de menor demanda de manutenção preventiva, e de tarifas reduzidas por quilômetro rodado.

A boa performance e a direção do motorista passam a fazer ainda mais diferença. Para auxiliar o transportador a manter seus condutores dentro das médias mínimas de consumo, a Scania oferece o Driver Services. O programa de condução personalizada pode chegar em torno de 10% de economia por caminhão. A solução de orientação para a direção econômica da Scania tem como meta proporcionar o melhor custo de operação aos clientes, por meio da redução do consumo de combustível. O formato de orientação inovador no mercado nacional ocorre em três etapas: o Treinamento, o uso do Driver Support e o Coaching. O transportador poderá sentir rapidamente a diferença e o retorno de investir no benefício da frota. 

Scania S 620 V8 6×4 with curtainside semitrailer

 

Para mais informações sobre a Scania acesse: www.scania.com.br

Assessoria de imprensa Scania

Carlos Eduardo Biagini

(11) 4344-8512 / 9 9968-2603

carlos.biagini@scania.com

 

Comunicação Scania

Renata Nascimento

(11) 4344-9666/ (11) 9 9648-9757

renata.nascimento@scania.com

B8 Comunicação e Editora

A B8 Comunicação desenvolve projetos editoriais completos, desde a concepção até a publicação. Nosso trabalho envolve a criação de projetos gráficos, coordenação de pautas, reportagens, entrevistas, produção e edição de textos, serviços fotográficos, edição de imagens, diagramação, editoração eletrônica, pré-impressão e comercialização de espaços publicitários.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

B8 Comunicação

Alavanque seus negócios com as soluções de divulgação da B8 Comunicação. São diversas possibilidades e formatos que se encaixam na sua necessidade de marketing.

Newsletter

B8 Comunicação, 2018 © Todos os direitos reservados.