Meio AmbienteGrupo Opersan fornece sistema de reúso de água e gestão hídrica em gigante de embalagens de alumínio

Entre os resultados alcançados estão a redução de captação de água e aumento da utilização da água de reúso 

Entre os resultados alcançados estão a redução de captação de água e aumento da utilização da água de reúso 

O Grupo Opersan e a Crown Embalagens, desde 2018, possuem uma parceria para que a Opersan realize os serviços de gestão hídrica da unidade de Cabreuva da Crown, portanto seus recursos humanos e a expertize na operação e manuteção de todos os sistemas de tratamento de águas e efluentes desta unidade.

 

Agora, esta sólida parceria foi ampliada. As empresas assinaram um novo contrato para que o Grupo Opersan instale e também opere, durante anos, um novo sistema de reúso de água.

A Crown é uma das mais importantes fabricantes de latas de alumínio para cerveja, refrigerantes, sucos e chás do Brasil e está presente no País desde 1996, ano em que iniciou a fabricação de embalagens de alumínio para bebidas. Adotando modernos conceitos de gestão, é considerada referência mundial em termos de eficiência, qualidade, custos, meio ambiente, saúde e segurança do trabalho. A empresa possui seis unidades fabris, localizadas em: Cabreúva-SP (Latas), Estância-SE (Latas), Ponta Grossa-PR (Latas), Teresina-PI (Latas), Manaus-AM (Tampas), e a mais recente em Rio Verde – GO, inaugurada no segundo semestre de 2019.

Elaborado pelo Grupo Opersan, o projeto de reúso e gestão hídrica na indústria de embalagens de alumínio tem por objetivo principal realizar o desenvolvimento técnico, a implantação e a operação de uma Estação de Tratamento de Efluentes (“ETE”), que inclui como processo final um sistema de produção de água de reúso.

A água tratada a partir do novo sistema deverá atender a rigorosos padrões de qualidade e será totalmente utilizada no processo produtivo da Crown Embalagens.

Atualmente, a unidade de Cabreúva da Crown Embalagens produz, aproximadamente, três bilhões de latas de alumínio por ano e, para fabricação desta quantidade, o consumo de água industrial é de aproximadamente 290.000 m³/ano. Toda a água industrial utilizada pela unidade antes do novo sistema de reúso ser implantado era oriunda de poços profundos e/ou concessionária pública.

Com a nova estação, os efluentes industriais gerados continuarão sendo  lançados para tratamento em um processo físico-químico convencional composto de coagulação, floculação, decantação e filtração final, e a partir deste processo de  tratamento inicial serão encaminhados para a nova unidade de reúso com tecnologia de membranas, que será composta por:

  • Tanque de equalização
  • Sistema de remoção de sólidos finos
  • Sistema de dosagem química de nutrientes
  • Reator biológico
  • Tanque de membranas MBR
  • Tanque de permeado
  • Tanque de oxidação química e proteção microbiológica
  • Sistema de desaguamento de lodo

O sistema MBR ocupará uma área de aproximadamente 450 m².

A geração de efluentes ocorre durante 24 horas por dia, 30 dias por mês e a vazão média de tratamento será de 22 m³/h.

O efluente tratado do novo sistema de reúso, denominado como permeado, será armazenado e encaminhado para o processo terciário de produção de água de reúso ou água industrial. Na eventualidade de não haver demanda para a água de reúso em algum momento específico da vigência do projeto, o permeado do sistema MBR será descartado em corpo receptor, atendendo às exigências ambientais, conforme padrões descritos no artigo 11 do Decreto 8468/76.

Para que estes rigorosos parametros de água industrial e/ou de lançamento em corpo hídrico fossem atendidas, o Grupo Opersan optou por utilizar a tecnologia de tratamento via Osmose Reversa, assim sendo o processo terciário de produção de água de reúso será composto por:

  • Tanque de água industrial bruta
  • Unidades de filtração para pré-tratamento
  • Sistema de decloração
  • Unidade de Osmose Reversa de duplo estágio
  • Tanque de água de reúso e sistemas de bombeamento
  • Sistema de limpeza química da Osmose Reversa

No tanque de água industrial serão recebidas duas correntes, uma de água industrial oriunda do sistema de tratamento de água existente e outra oriunda do tanque de permeado do MBR. Estas duas correntes serão homogeneizadas e por meio de um sistema de bombeamento, encaminhadas para uma unidade de pré-tratamento, composta de filtros tipo disco e filtros de cartucho, antes de seguirem para o sistema de Osmose Reversa (OR).

A Osmose reversa é um processo de separação em que um solvente é separado de um soluto de baixa massa molecular por uma membrana permeável ao solvente e impermeável ao soluto. Isso ocorre quando se aplica uma grande pressão sobre este meio aquoso, o que contraria o fluxo natural da osmose. Por essa razão o processo é denominado osmose reversa.

Neste processo serão gerados uma corrente de água de reúso industrial (permeado) e uma corrente de rejeito salino. O rejeito salino gerado no processo poderá ser usado para fins menos nobres (sanitários e lavagem de equipamentos) ou descartado em corpo receptor conforme premissas ambientais.

Com isto, mediante a implantação e uma eficiente operação dos sistemas de tratamento de águas e efluentes, o projeto de reúso apresenta os seguintes resultados:

  • Redução de captação de água: 24 m³/h ou 17.280 m³/mês
  • 50% da água utilizada na produção da fábrica será oriunda do processo de reúso;
  • Contratação do Grupo Opersan para realizar os serviços de operação e manutenção de todos os sistemas de tratamento de águas e efluentes;
  • Redução mensal de aproximadamente 1.500 toneladas de DBO e 6.800 toneladas de DQO lançadas em corpo receptor, com eficiências de remoção comprovadas no processo superiores à 98%;
  • Redução de diversos outros contaminantes, que antes se encontravam enquadrados dentro dos limites permissíveis da legislação aplicável.

logo_opersan - png.png

Crown logo

B8 Comunicação e Editora

A B8 Comunicação desenvolve projetos editoriais completos, desde a concepção até a publicação. Nosso trabalho envolve a criação de projetos gráficos, coordenação de pautas, reportagens, entrevistas, produção e edição de textos, serviços fotográficos, edição de imagens, diagramação, editoração eletrônica, pré-impressão e comercialização de espaços publicitários.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *